Published on 10/02/2017

Chegou a Correção

Cranial Translation
简体中文 Deutsch English Español Français Italiano



Registramos o T.Rex a 56 kilometros por hora.
Olá, e bem-vindos a outra edição do Inserção Craniana! Ixalan foi oficialmente lançada esse fim de semana, e a internet tem ido à loucura desde então. Na verdade, isso é relativamente normal para a Internet. Isso significa que as pessoas estão começando a colocar as mãos em mais cards, e elas estão começando a fazer mais perguntas, então é hora de nós aqui nos escritórios do Inserção Craniana engrenarmos as coisas!

Como sempre, se você tiver uma pergunta, envie-a por e-mail para moko@cranialinsertion.com ou via Twitter @CranialTweet para ter uma resposta e talvez encontrar sua pergunta em um futuro artigo.

Então vamos escavar essa caixa de correio quase estourando de tão cheia! Mas, primeiro, precisamos nos livrar do óbvio…



Q: DINOSSAUROS!

A: TÁ LIGADO?!



Q: ... Mas o que acontece com todas as criaturas antigas que pareciam dinossauros, mesmo que não fossem realmente dinossauros? É triste que os dinos no meu deck temático de dinossauros não sejam realmente dinossauros agora que "dinossauro" é finalmente uma coisa.

A: Não tema, uma Atualização do Oracle está aqui! Agora que Dinossauro é um tipo de criatura legítimo, a Wizards decidiu que todos aqueles lagartos e bestas antigos que eram secretamente dinos esse tempo todo deveriam ser dinossauros de verdade, e publicaram várias erratas em consequência.

Ao todo, treze criaturas na história do magic foram declaradas retroativamente dinossauros, e nos disseram que mais podem chegar em Rivals of Ixalan no próximo ano. Para a lista completa veja a própria atualização—é a primeiríssima mudança listada.



Q: Eu bloqueio duas criaturas atacantes com meu Spike-Tailed Ceratops. Eu tenho que dizer ao meu oponente qual delas eu quero matar antes que o dano seja causado?

A: Você tem que. Você já deve saber que quando uma criatura atacante é bloqueada por múltiplas criaturas, o jogador atacante precisa declarar uma "Ordem de Atribuição de Dano de Combate" para essas criaturas - basicamente dizendo ao jogador defensor quais bloqueadores eles mais quer matar e quais só morrerão se houver dano suficiente sobrando após matar os mais importantes.

Bom, o mesmo acontece na outra direção se um único bloqueador bloquear vários atacantes. Assim que os bloqueadores forem declarados, você precisa escolher uma ordem de atribuição de dano para o seu Ceratops. Quando chegar a hora de atribuir e causar dano de combate, você precisará atribuir dano letal à primeira criatura nessa ordem antes de poder atribuir qualquer dano restante na segunda.



Q: Se eu controlar uma Admiral Beckett Brass e atacar com criaturas o suficiente para que meu oponente tenha que deixar três criaturas passarem, mas elas são bloqueadas para que as que passem não sejam piratas. Se eu colocar um Arcane Adaptation em jogo após o combate, a Admiral consegue roubar algo?

A: Não, ela não consegue. Mesmo que seu oponente tenha sofrido dano de três criaturas nesse turno, e essas criaturas sejam Piratas nesse momento, o que importa é o tipo de criatura que elas tinham no momento em que causaram dano, e naquele momento, suas criaturas não eram piratas. Portanto, o seu oponente não sofreu nenhum dano causado por Piratas nesse turno, e Admiral Beckett Brass não poderá roubar nada.




Você sempre se lembrará desse dia
como o dia que você
quase capturou
o Capitão Jack Sparrow!
Q: Eu roubei a criatura da minha oponente com Entrancing Melody, então ela usou Hostage Taker para exilá-la. Se Hostage Taker morrer, para quem a criatura volta?

A: O jogador que começou o jogo com essa criatura em seu deck (provavelmente a sua oponente) é para quem ela voltará, já que ela é a dona do card.

Quando algo é exilado do campo de batalha temporariamente com um efeito como de Hostage Taker que o exila "até" algum outro evento, quando é devolvido ao campo de batalha, ele volta sob o controle do seu dono.



Q: Se eu exilar um artefato com Hostage Taker e conjurá-lo, ele não estará mais no exílio. Isso significa que se a Hostage Taker morrer, meu oponente não vai pegar ele de volta, certo?

A: Isso está correto. Quando um objeto muda de zona ele se torna um novo objeto sem memória de sua existência passada, então quando você conjurar o artefato que está exilado com Hostage Taker, o efeito que o exilou perde o rastro de para onde ele foi, porque o objeto que ele pôs no exílio parece não existir mais.



Q: Se eu tiver uma Hostage Taker que está exilando uma criatura artefato, e minha oponente não tiver outros artefatos, o que acontece se ela conjurar Unlicensed Disintegration na Hostage Taker? Eu levo dano?

A: Você leva. A criatura da sua oponente é devolvida ao campo de batalha imediatamente após Hostage Taker sair do campo de batalha, antes de continuar resolvendo Unlicensed Disintegration, e mesmo antes que qualquer outra coisa possa acontecer. Isso significa que, alguns momentos depois, quando a Desintegração checar se a sua oponente controla um artefato, ela verá a criatura artefato recém-devolvida e irá golpeá-lo no rosto em consequência.



Q: Eu ataco com Captain Lannery Storm, e depois dos bloqueadores eu sacrifico um monte de tesouros para gerar mana e aumentar seu poder. Posso gastar essa mana para conjurar um feitiço?

A: Não, você não pode. Sua reserva de mana esvazia no final de cada etapa individual do turno, então a mana que você obteve dessas fichas de tesouro não ficará por muito tempo, e definitivamente não tempo o suficiente para que o jogo prossiga à sua fase principal, onde você pode conjurar um feitiço.

Se você quiser usar a mana dessas fichas de tesouro, você precisará usá-las na etapa de declaração de bloqueadores, onde você as gerou.



Q: Eu controlo Desperate Castaways e meu oponente controla Ghostly Prison. Meu único artefato é uma ficha de tesouro, mas eu teria que sacrificá-la para produzir mana suficiente para pagar pela Prisão. Posso atacar com o Castaways?

A: Você pode. Durante o processo de declarar atacantes, o jogo determina a legalidade do seu conjunto escolhido de atacantes antes de passar para o resto do processo. Isso significa que o jogo primeiro verifica se o Castaways pode ou não atacar, e como você controla uma ficha de Tesouro, que é um artefato, ele pode.

Somente após realizar essa checagem que o jogo tenta calcular o custo que você precisa pagar para atacar da maneira que você deseja. Ele vê que você precisa pagar , então lhe dá a chance de usar as habilidades de mana, e aqui é onde você sacrifica sua ficha de Tesouro. Você não controla mais nenhum artefato, mas isso não importa porque o jogo já terminou de verificar a legalidade do seu ataque, e não irá verificar novamente.



Q: Ashes of the Abhorrent impede meu oponente de usar cards com escavar, como Golgari Thug?

A: Não, não impede.Ashes of the Abhorrent impede jogadores de conjurar ou ativar habilidades de cards em seus cemitérios, mas não afeta mais nada.

Uma vez que escavar é uma habilidade de substituição, e não uma habilidade ativada, e também não envolve conjurar o card, ele permanece completamente não afetado por Ashes of the Abhorrent, então provavelmente é melhor continuar com Rest in Peace se você quer parar um jogador com deck de escavação.



Q: Eu jogo Rile no meu Dire Fleet Ravager, depois eu ataco com ele e um Goring Ceratops. Meu oponente joga Bright Reprisal no Ceratops e bloqueia o Ravager com duas 2/2, e usa dois Sheltering Light para salvar suas criaturas... mas quanto de dano ele leva?

A: Seu oponente no fim pode levar um máximo de 4 de dano do seu Dire Fleet Ravager com Golpe Duplo, Atropelar e Toque Mortífero.

Quando o dano de combate de um atacante com atropelar é atribuído, você precisa atribuir dano letal a cada uma das criaturas bloqueadoras de seu oponente antes que o resto possa ser atribuído ao seu oponente. Uma vez que o Ravager tem Toque Mortífero, um único ponto de dano é considerado letal - mesmo que a criatura bloqueadora seja indestrutível - então, na primeira etapa de dano de combate, você pode atribuir 1 ponto de dano a cada uma delas e os 2 restantes ao seu oponente. Então, na segunda etapa de dano de combate, você faz o mesmo novamente, atribuindo 1 de dano a cada bloqueador e os 2 restantes ao seu oponente.

Mas espere, ouço você perguntar - por que você precisa atribuir mais dano aos bloqueadores se já foi atribuído a eles dano letal na primeira etapa de dano de combate? Porque a quantidade de dano que se considerava letal naquele momento apenas era considerada letal pois estava sendo atribuída por uma criatura com toque mortífero. Uma vez que a segunda etapa de dano de combate acontece, tudo que o jogo vê é que cada um desses bloqueadores tem 1 dano marcado neles, não como esse dano chegou lá ou por que foi causado— o fato de que era de uma criatura com toque mortífero não importa mais. Como 1 dano não é letal para uma 2/2, mais uma vez você precisa atribuir dano letal às criaturas antes causar mais dano ao oponente.



Q: O que acontece se eu se eu não tiver todos os tipos de criatura para devolver quando eu conjurar Grim Captain's Call? Não posso conjurá-lo?

A: Não se preocupe, você pode conjurar Grim Captain's Call, não importando o que esteja em seu cemitério, e quando ele resolver, fará o máximo possível. Se você não tiver nenhum card de criatura de um dos tipos que se pede para você devolver, basta ignorar esse tipo e passar para o próximo.



Q: Eu controlo Arguel's Blood Fast, mas tenho 7 de vida no fim do turno de meu oponente. Posso transformar o Fast usando-o para pagar 2 de vida antes da habilidade desencadeada na manutenção?

A: Sinto muito, mas não. Sua etapa de manutenção é a primeira etapa do turno em que você está apto a conjurar mágicas e ativar habilidades. Logo, não é possível ativar habilidades antes que sua manutenção comece, e Arguel's Blood Fast só vai desencadear se você tiver 5 ou menos de vida no começo da sua manutenção.

Se você tem mais que 5 de vida, a habilidade de Fast não vai desencadear em primeiro lugar, e diminuir seu total de vida não vai fazê-la desencadear, uma vez que sua manutenção já começou e o momento que Fast desencadearia já passou.




Eles estão se movendo em rebanhos.
Eles se movem em rebanhos.
Q: Se uso Pounce no meu Belligerent Brontodon e na criatura do meu oponente, ele causa 4 ou 6 de dano?

A: Apenas 4. A habilidade de Belligerent Brontodon muda a forma como criaturas atribuem dano durante o combate. No entanto, "combate" é apenas o processo normal de declarar atacantes, bloqueadores e assim em diante que acontece todos os turnos. Mágicas que fazem criaturas lutarem não as fazem causar dano de combate e não são afetadas pela habilidade do Brontodon.



Q: Meu oponente usa Incite no meu Bonded Horncrest, mas ele não pode atacar sozinho. O que acontece?

A: Se você não controla nenhuma outra criatura que possa atacar, nada demais—já que não há como atacar com o Horncrest, você não precisa fazer nada. No entanto, se você controlar pelo menos uma outra criatura que possa atacar, seu Horncrest vai arrastar algo para o campo de batalha, chutando e gritando, independentemente de você gostar ou não.

Um efeito que força uma criatura a atacar se estiver apta significa que, se existir um conjunto de atacantes que podem ser declarados e incluem aquela criatura, você é forçado a escolher aquele conjunto ao invés de não atacar com a criatura (se existem mais de um destes efeitos, você é forçado a satisfazer o maior número possível). Já que atacar com o Horncrest e sua outra criatura é uma opção legal, você é obrigado a fazer isso, ao invés de simplesmente não atacar.



Q: Eu já levei 18 de dano do comandante do meu oponente, Gishath, Sun's Avatar. Um dos meus outros oponentes usa Clone no Gishat e me bate com ele. Eu morro para dano de comandante?

A: Não, você não morre. O atributo "comandante" não é uma característica copiável—é uma qualidade inerente daquele pedaço de papelão em particular. A única criatura que pode contribuir com a quantidade de dano que um comandante lhe causou é aquele mesmo comandante.



Q: Autumn's Veil impede Temporal Extortion de se anular se meu oponente pagar vida?

A: Não impede. Temporal Extortion funciona tendo uma habilidade desencadeando quando você a conjura. É essa habilidade que dá a seus oponentes a opção de pagar vida, e é aquela habilidade que anula a mágica se escolherem pagar. Infelizmente para você, mesmo que Autumn's Veil impeça que mágicas pretas anulem suas mágicas, não faz nada para impedir que habilidades as anulem, independentemente dessas habilidades virem de uma fonte preta ou não.



Q: Eu controlo Metallic Mimic e Arcane Adaptation, ambos nomeando "Tritão". Todas as minhas criaturas entram com marcadores +1/+1, certo?

A: Entram sim! Antes de Ixalan, isso não aconteceria, devido a detalhes técnicos de como efeitos de substituição que se aplicam ao entrar no campo de batalha funcionam. Porém, eles foram ajustados um pouco, para que essa interação funcione da forma que as pessoas esperavam que funcionasse. Suas criaturas serão todas Tritões no campo de batalha, então a habilidade do Mimic se aplica, dando um marcador +1/+1 a cada uma delas.



Q: Eu controlo Juggernaut e ataco. Depois do combate, eu conjuro Relentless Assault. Meu Juggernaut desvira junto com meus outros atacantes, mas meu oponente vai matá-lo se eu atacar com ele de novo, e eu não quero perdê-lo. Posso não atacar com ele? Ele já atacou nesse turno, então isso deveria estar satisfeito, certo?

A: Não, não está—graças a uma errata feita no lançamento de Ixalan, a sede de sangue de seu Juggernaut é insaciável. Agora, ao invés de exigir que você ataque com ele "a cada turno" se apto, agora exige que você ataque com ele "a cada combate" se apto. Logo, ele tem que atacar durante cada combate, mesmo que já tenha atacado neste turno.

Outras criaturas com esse tipo de requerimento de "devem atacar" também receberam erratas similares. Sempre cheque o Gatherer para o texto em dia do Oracle de cards se você tem quaisquer dúvidas quanto a eles.



Q: Eu ouvi meus jogadores locais falando sobre uma mudança de regras para Path to Exile. Que mudança é essa?

A: Houve uma alteração nas regras de comunicação usadas durante torneios oficiais. Antes disso, um jogador querendo ganhar uma vantagem poderia conjurar Path to Exile contra um oponente que não era familiar com o card e não mencionar a busca, na esperança que o oponente continue o jogo, não sabendo que a mágica pede para que ele tome uma decisão. Esses jogadores usariam a falta de ação de seus oponentes como uma decisão implícita de não buscar.

Isso sempre foi obscuro e nunca foi muito amigável para jogadores, então as regras foram mudadas. Agora, se um de seus cards oferece a seu oponente a habilidade de executar algum tipo de ação opcional onde nada acontece se eles negarem, como a forma que cards como Path to Exile e Ghost Quarter funcionam, você tem que se certificar que ele entende que precisa fazer essa escolha - você não pode simplesmente assumir que ele está escolhendo não tomar a ação por não ter feito nada.

Na prática, isso é bem simples: a maioria dos jogadores já têm o hábito de mencionar a busca, seja explicitamente falando para seus oponentes para procurar, ou passando enquanto resolvem a mágica. Se você está resolvendo um Path to Exile e seu oponente não buscou, nem indicou de alguma forma que não vão buscar, apenas pergunte se ele vai buscar. É simples assim!

Note que essa regra não se aplica a situações em que as ações de seu oponente clarificam que uma escolha em particular foi feita. Se seu oponente coloca uma mágica no cemitério depois que você conjura Mana Leak, por exemplo, isso é uma indicação bem clara de que ele não está pagando.


Q: Falando em mudanças de regras, você já mencionou algumas aqui. Têm outras que devemos ficar de olho nesta edição?

A: Tem sim! Na verdade, como um resultado, um número de respostas em edições do Inserção Craniana recentes, bem como algumas interações bastante conhecidas no Competitivo mudaram, tais como...



Q: Anointed Procession com Kalitas, Traitor of Ghet.

A: Em maio, nós abordamos essa interação com bastante detalhe. Agora, essa resposta não se aplica mais e, se você controla Anointed Procession e Kalitas, Traitor of Ghet, você sempre receberá dois Zumbis a qualquer momento que uma criatura do oponente é morta, não importando o porquê ou quem está matando-a.

Isso é graças a uma regra que diz que, se um efeito de substituição está procurando por um efeito que faz algo, também se aplica para ações que foram modificadas por um efeito de substituição, mesmo que a ação subjacente não está sendo realizada por um efeito em si.

Além da interação com Procession, isso também clarifica uma estranheza de longa data onde Doubling Season não duplicaria marcadores em cards como Tendo Ice Bridge ou Gemstone Mine quando você os jogasse normalmente de sua mão, mas duplicaria se você as colocasse no campo de batalha por um efeito de cards como Primeval Titan ou Walking Atlas. Agora, Doubling Season faz com que você sempre coloque o dobro de marcadores nesses terrenos!



Q: Overwhelming Splendor ou Humility.

A: Em julho, nós abordamos como Overwhelming Splendor (e, por tabela, a similar Humility) interage com efeitos que fazem com que criaturas entrem no campo de batalha como cópias de outra criatura, ou que entrem com marcadores nelas. A mudança mencionada anteriormente que permite que Metallic Mimic trabalhe em conjunto com Arcane Adaptation também afeta como essa interação funciona.

Agora, quando uma criatura está entrando no campo de batalha, você considera efeitos como Splendor e Humility ao determinar quais habilidades aplicar conforme elas estão entrando no campo de batalha. Já que a habilidade de cópia de Clone, por exemplo, será apagada por Humility / Splendor, você não poderá copiar nada conforme entra no campo de batalha. Da mesma forma, criaturas como Walking Ballista entrarão no campo de batalha sem marcadores, já que Humility / Splendor faz com que não tenham essas habilidades no campo de batalha.



Q: Blood Moon e Magus of the Moon.

A: Essa nós não cobrimos fazia algum tempo, mas é uma interação bem conhecida por jogadores competitivos de Modern, onde Blood Moon e Magus of the Moon vêem uma quantidade decente de jogo como cards de reserva.

Assim como a interação de Splendor e Humility, antes desta mudança, habilidades que afetavam como um terreno entrava no campo de batalha não eram afetados por Blood Moon ou Magus of the Moon. Logo, jogadores teriam que pagar vida para Temple Garden se não quisessem que ele entrasse no campo de batalha virado, por exemplo, mesmo que em campo ele seria apenas uma Montanha. Não é mais o caso.

Agora, se você está jogando um terreno não-básico enquanto um desses está no campo de batalha, quaisquer habilidades que esses cards normalmente teriam que afetem como eles entram no campo de batalha não se aplicam. Então, Temple Garden entrará desvirado sem pagar nenhuma vida, Tendo Ice Bridge não terá nenhum marcador e Cavern of Souls não fará com que você escolha nenhum tipo de criatura, entre várias outras interações similares.



E, com isso, é hora de encerrarmos o artigo. Voltaremos semana que vem com mais piratas, dinossauros, vampiros e mais! Talvez até falemos de algumas coisinhas que não são nenhuma dessas acima— macacos-goblins, talvez? Não, espera, eles também são piratas. Nós vamos pensar em alguma coisa, eu tenho certeza.

Até lá!

- Callum Milne


About the Author:
Callum Milne is a Level 2 judge from British Columbia, Canada. His home range is Vancouver Island, but he can be found in the wild throughout BC and also at GPs all along the west coast of North America.


 

No comments yet.

 

Follow us @CranialTweet!

Send quick questions to us in English for a short answer.

Follow our RSS feed!